mppu international

twitterfacebook

notícias

A comissão nacional do Movimento Político pela Unidade (MPPU) esteve em Brasília, de 30 de maio a 02 de junho, visitando alguns políticos participantes do MPPU na Câmara dos Deputados.

O momento era mesmo propício para encontros fraternos, diante dos desafios que a Câmara está passando com as denúncias de corrupção, votação de projetos polêmicos e da falta de um verdadeiro dialogo em busca do bem comum.

Com o intuito de mergulhar na realidade do “ser político” de cada um deles, a comissão se comprometeu a escutá-los profundamente, criar espaços de fraternidade e estar dispostos a perder as próprias ideias políticas e partidárias para ser apenas uma “presença de amor” para aquelas pessoas.

E assim aconteceu. Alguns encontros tiveram duração de até uma hora e meia.

Durante esses momentos, a comissão do Movimento Político pela Unidade manifestou a esperança que tinha neles como membros do MPPU, escutou seus projetos, perguntou como estavam e como viam a atual situação, qual o papel deles, políticos, e dos cidadãos, diante de tudo o que está acontecendo. Assim, foi possível conhecer suas angústias, frustrações, decepções e, sobretudo, as suas limitações para propor soluções diante de tantos problemas morais, políticos e econômicos que o Brasil atravessa. 

Antes de tudo, escutar

Nessas conversas, os políticos demonstraram boa vontade e as mais diferentes propostas para reerguer o Brasil.

Alguém defendeu as eleições “gerais já” e uma miniassembleia constituinte específica para a reforma política; outro vê a saída em um processo educacional no sentido de ajudar o eleitor a refletir sobre “o dever ser da política e dos políticos”; outro acredita que boa parte dos problemas econômicos possam ser resolvidos com a reengenharia tributária, que também diminuiria a atual injusta incidência dos impostos sobre os que ganham menos; outro vê, na defesa dos Direitos Humanos, a forma de difundir o princípio da fraternidade universal no meio da sociedade; outro considera necessária a auditoria da dívida pública brasileira para o saneamento dos gastos públicos; e muitas outras questões relevantes e certamente de grande ajuda para construir um projeto para o Brasil.

Alguns queriam saber como as nossas comunidades estão pensando ou reagindo, pois queriam colher o pensamento do povo da fraternidade.

E todos queriam alguma ajuda: seja para propor as mudanças necessárias, como também para colaborar com o trabalho educacional e político, a fim de promover diálogos com os eleitores para os devidos esclarecimentos em vista de qualificar melhor o voto nas próximas eleições.

Especificamente ao MPPU, todos pediram um suporte para promover o diálogo com a população e também entre eles.

Também foi solicitado por esses políticos que o Movimento Político pela Unidade não os abandone, que volte sempre para continuar o diálogo, não em forma de reuniões, mas por meio desses momentos de diálogos individuais.

condividi questo articolo

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

imagevideopoliticsforunity

 Visão, histórias e perspectivas para uma política de unidade
 

To follow us, just find

  Europe time to dialogue

on Facebook

Pubblicazioni

Disarmo

 co governance

17-20 GENNAIO 2019

Castel Gandolfo

Roma - Italia

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.