mppu international

twitterfacebook

notícias

Um seminário para refletir sobre os fundamentos da «Carta do Mppu». Novas e interessantes sinergias.

P1040618

Basta ver um telejornal qualquer, para se perceber que o mundo perdeu a paz. Atravessamos um momento negro da História, mas não é o fim do mundo. É a dolorosa gestação de uma nova época.
E, sem deixar de acolher e de chorar com quem chora, é para esta ‘nova época’ que devemos dirigir o olhar, as energias e uma nova criatividade política.

Neste 20º aniversário do Movimento Político para a Unidade, em vez da festa de comemoração, fez-se uma formação nesta área, em confronto com o carisma da unidade. A mensagem de Maria Voce, presidente do Movimento dos Focolares, sempre intensamente por este impegno.

Para o seminário, realizado em grande parte via streaming, foram convidados os Centros Mppu, alguns deputados, diplomatas e jovens: uma diversidade de religiões, línguas e culturas políticas. Foi realizado em simultâneo com o centro do Diálogo com a cultura contemporânea, partilhando a riqueza dos seus conteúdos e das outras dimensões de ação e pensamento(economia, direito, sociologia, comunicação, etc.), para as quais a política deve ser uma inspiração ativa e adequada aos novos desafios.

Foi promulgada a Carta Mppu, elaborada depois de um processo participativo, que reuniu e atualizou as indicações escritas à mão por Chiara, em 1962, para o Centro Sta. Catarina e que as dirigiu ao Mppu durante mais de dez anos. É composta por duas partes: 1) Compromisso para uma política de unidade; 2) Transparência das principais estruturas de serviço dos Centros Mppu.

Foram logo dados os primeiros passos para a pôr em prática. Primeiro, a elaboração da Agenda Internacional, que sugeriu a cidade como lugar de destaque da política. Em seguida, o relatório do Centro Internacional sobre o seu trabalho nos últimos três anos. E depois, o início de um amplo processo que conduzirá à renovação dos Centros Mppu, a todos os níveis e em três fases: participação alargada; sinergia com os Centros do Movimento dos Focolares; eleição do ou da Presidente e co-presidente de todos os Centros Mppu.

A presença de representantes importantes realidades de empenho social e civil como da Humanidade Nova, dos Jovens para um Mundo Unido e do Instituto Sophia, não foi apenas uma honra para o Mppu, mas também a confirmação de uma maior sinergia, que já se verifica e que daqui em diante aumentará.

Especialmente interessantes são as perspectivas para as Escolas Mppu para os jovens e os testemunhos. Citamos apenas os de alguns deputados: o primeiro, o de um coreano, budista, que agora irá aprofundar a ligação entre os ensinamentos de Buda e a política para a unidade; o segundo, de dois representantes da República Democrática do Congo, abalada pela turbulência do adiamento das eleições, ambos empenhados na transparência e na democracia: “Somos de dois partidos diferentes e tudo nos conduz à divisão. Mas nós permanecemos unidos, pelo bem do nosso País.”

 

Carta Mppu

pdf Mensagem de Maria Voce aos participantes do encontro internacional dos centros MPPU em Castelgandolfo (31 KB)

condividi questo articolo

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

imagevideopoliticsforunity

 Visão, histórias e perspectivas para uma política de unidade
 

To follow us, just find

  Europe time to dialogue

on Facebook

Pubblicazioni

Disarmo

 co governance

17-20 GENNAIO 2019

Castel Gandolfo

Roma - Italia

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.